exercícios de flexibilidade

08-01-2021

Exercícios de flexibilidade: como se cuidar na terceira idade?

Entenda por que os exercícios de flexibilidade são tão importantes para os idosos e veja quatro vídeos que separamos com exercícios práticos

 

Com o aumento da expectativa de vida, cada vez mais pessoas na terceira idade procuram atividades físicas como forma de preservação da saúde.

Dentre elas, exercícios de flexibilidade e de alongamento são os mais comuns na nossa faixa etária, pois tem poucas contraindicações.

Mas você sabe o que são os exercícios de flexibilidade?

No post de hoje, vamos falar um pouco sobre isso, além de trazer 4 (quatro) super vídeos para você começar a se exercitar hoje mesmo.

Gostou? Vamos juntos, então!

 

 

 

Idosos: por que exercícios de flexibilidade são importantes?

 

De acordo com o Manual MSD, pelo menos 75% das pessoas com mais de 65 anos não se exercitam nos níveis recomendados, apesar dos benefícios conhecidos sobre a saúde proporcionados pelos exercícios e pelas atividades físicas.

Além disso, muitos idosos não têm consciência de sua capacidade com relação à dificuldade e à quantidade de exercício.

É preciso entender que o exercício é uma das maneiras mais seguras de promover a saúde. Devido ao declínio da capacidade física na terceira idade e de distúrbios que são comuns entre nós, idosos, podemos nos beneficiar da prática de exercício mais do que os jovens. Também foi demonstrado que o exercício tem benefícios mesmo quando iniciados mais tardiamente.

Também é importante entender que nós, idosos, temos uma propensão ao encurtamento muscular e diminuição da flexibilidade. Isso tudo acaba gerando:

 

  • limitação articular;
  • perda do equilíbrio;
  • diminuição da coordenação motora;
  • perda de força muscular.

 

Toda essa diminuição decorrente do avanço da idade (senescência) pode comprometer a independência dos movimentos, podendo gerar uma maior dependência do idoso e, obviamente, uma redução da nossa qualidade de vida.

 

 

Benefícios da prática de exercícios de flexibilidade

 

Neste contexto, a prática regular de alongamentos e exercícios de flexibilidade podem ajudar a atenuar esses efeitos negativos relacionados ao envelhecimento, devido à associação de diversos benefícios, tais como:

 

  • aumento da flexibilidade dos músculos e articulações;
  • redução das tensões musculares;
  • prevenção de lesões;
  • auxílio na diminuição da perda natural e progressiva da flexibilidade;
  • ativação da circulação sanguínea;
  • potencialização da sensação de autonomia e bem-estar.

 

 

 

Como funcionam os exercícios de flexibilidade?

 

O Manual MSD pontua que o alongamento é importante porque reduz a rigidez dos músculos e tendões, além de influenciar positivamente a flexibilidade.

E por que a flexibilidade é importante?

A flexibilidade é importante para o desempenho mais confortável das atividades físicas diárias. É importante destacar que o alongamento não fortalece os músculos.

Porém, o alongamento pode aumentar a área sobre a qual os músculos se contraem, permitindo que a força muscular seja exercida com mais eficácia e com menor risco de lesão.

No caso dos exercícios de flexibilidade específicos, eles envolvem o alongamento lento e firme dos grupos de músculos de maneira mais estruturada e planejada.

 

 

 

Exercícios de flexibilidade para idosos

 

De maneira geral, para atingir a flexibilidade máxima, um alongamento deve ser mantido por 20 a 60 segundos. Um alongamento pode ser mantido por mais de 60 segundos, porém não há comprovação de aumento adicional da flexibilidade.

No geral, os alongamentos são repetidos em sequências de 2 a 3 vezes, sempre com aumento progressivo do alongamento (quando possível).

E para te ajudar, separei aqui 4 (quatro) vídeos super bacanas com exercícios de flexibilidade direcionados para a terceira idade.

 

 

Vídeo 1: Exercícios de mobilidade e flexibilidade para idosos

 

Vídeo com 17 minutos com várias dicas de exercícios realizados sentados em uma cadeira.

 

 

Vídeo 2: Aula completa de alongamento fácil para idosos

 

Neste vídeo com 18 minutos o professor ministra uma aula completa voltado para a terceira idade. É uma série completa de exercícios para idosos que vão ajudar a melhorar a flexibilidade.

 

 

Vídeo 3: Exercícios para serem feitos na cama

 

Neste vídeo com 24 minutos, o professor demonstra uma série de exercícios para serem feitos na cama e que ajudam a melhorar a postura, a flexibilidade e a força. Ficou curioso?

 

 

Vídeo 4: Alongamento para idosos

 

Neste vídeo com 13 minutos, o professor mostra vários exercícios que estimulam o alongamento e a flexibilidade.

 

Porém, como destaca o Ministério da Saúde, o alongamento saudável é aquele que o indivíduo sente que está esticando a musculatura, mas não está provocando dor. Uma vez que o exercício de alongamento ou de flexibilidade comece a provocar dor, é um sinal de alerta de que a pessoa está ultrapassando o seu limite. Por isso, é preciso tomar cuidado.

Ficou empolgado para começar a fazer exercícios de flexibilidade hoje mesmo? Converse com seu médico e comece a se mexer! E que tal continuar se informando e aprendendo cada vez mais sobre o nosso universo? Se você quer informações relevantes e direcionadas, separei aqui 4 (quatro) outros posts que, certamente, vão te interessar.

Quer ver?

 

Como parar de fumar: dicas práticas para ter uma vida mais saudável na terceira idade

Alimentos com vitamina D: qual é a importância desta vitamina para o organismo?

Longevidade: como envelhecer com qualidade de vida

Conheça os benefícios dos alimentos reguladores

 

E para não perder nenhum conteúdo, acesse sempre Oversixty e acompanhe todas as novidades relacionadas ao nosso mundo dos idosos.