exercitando a mente

16-10-2020

Exercitando a mente: dicas de como exercitar a mente para os idosos

O que acontece quando a memória começa a falhar e dicas para continuar exercitando a mente e ter saúde e bem-estar na terceira idade

 

Com o avançar da idade, as necessidades do nosso corpo vão se alterando e é fundamental mudar, muitas vezes, nosso cotidiano para adotar práticas e de atividades físicas de maneira mais rotineira.

Porém, muitas vezes podemos esquecer de outro ponto, igualmente importante: a mente.

O que acontece normalmente é que, a partir dos 60 anos, muitos de nós começamos a ter uma rotina profissional um pouco menos intensa e, aos poucos, esse ritmo vai diminuindo até chegar à aposentadoria.

Porém, com essa saída do mercado de trabalho, nossa mente que era desafiada diariamente passa a necessitar de “outros exercícios”.

Por isso, o tema deste post é sobre dicas de como manter exercitando a mente. Vamos juntos?

 

 

 

Entenda a diminuição da função da mente na terceira idade

 

O enfraquecimento da mente com o avançar da idade traz diversas consequências, tais como a perda de memória e a confusão mental.

Esses problemas podem evoluir para graus muito intensos e podem começar a ser considerados patológicos. E isso pode comprometer a autonomia da pessoa idosa.

Além disso, essa necessidade de uma outra pessoa pode trazer impactos negativos para a cabeça do idoso, gerando um sentimento de frustração por notar que já não tem mais condições de cuidar de si mesmo sem um auxílio.

Mas e o que é a perda de memória?

De acordo com o Manual MSD, a perda de memória pode ser um sintoma de mau funcionamento cerebral.

É um dos motivos mais comuns para que as pessoas, especialmente na terceira idade, procurem ajuda especializada. A principal preocupação para o indivíduo, familiares e médicos é se a perda de memória é o primeiro sinal (ou não) da doença de Alzheimer.

Pessoas com demência perdem a capacidade de pensar com clareza. Em geral, se a pessoa estiver ciente da perda de memória a ponto de se preocupar com ela, a pessoa não tem demência precoce.

Além disso, as lembranças podem ser armazenadas na memória de curto prazo ou de longo prazo.

O que isso significa?

 

  • Memória de curto prazo: reserva algumas informações de que o indivíduo precisa temporariamente, como uma lista de compras do mercado.
  • Memória de longo prazo: armazena lembranças (como o nome da escola em que o indivíduo estudou) por mais tempo.

 

E a memória de curto prazo e a memória de longo prazo são armazenadas em partes diferentes do cérebro.

Por isso, é necessário continuar exercitando a mente ao longo dos anos.

 

 

 

Principais causas que afetam o bom funcionamento da mente

 

Dentre as principais causas, podemos destacar três:

 

 

Alterações relacionadas com a idade

 

É o declínio normal e leve do funcionamento do cérebro que ocorre com o passar dos anos. Assim, é comum que a maior parte das pessoas idosas apresente alguns problemas de memória.

Porém, ao contrário de pessoas com demência, a capacidade de executar as atividades rotineiras ou de pensar não está comprometida.

 

 

Deterioração cognitiva leve

 

Descreve comprometimentos do funcionamento mental que são mais graves do que as alterações relacionadas à idade (vista anteriormente), mas menos grave do que alterações causadas por demência (que iremos ver a seguir).

A perda de memória é, muitas vezes, o sintoma mais óbvio. Além disso, é importante destacar que metade das pessoas com deficiência cognitiva leve desenvolve demência nos próximos três anos.

 

 

Demência

 

É um declínio muito mais acentuado do funcionamento mental.

Indivíduos com demência podem esquecer eventos completos, não apenas detalhes. Diferentemente das pessoas com alterações na memória relacionadas com o avançar da idade, as pessoas que sofrem de demência não têm consciência de sua perda de memória.

 

 

 

Exercitando a mente: Dicas práticas de como exercitar a mente

 

Para manter a cabeça ativa, é fundamental continuar exercitando a mente. Separei aqui 3 (três) dicas fáceis, criativas e interessantes:

 

 

Jogos de imagens

 

Pode ser um quebra-cabeça, jogo dos sete erros, jogo da memória… Tanto faz! Os jogos que envolvem imagens estimulam a percepção e a análise.

Quer jogar agora um jogo da memória online? Tem aqui um link:

https://rachacuca.com.br/passatempos/jogo-da-memoria/

 

 

Jogos de palavras

 

Pode ser o caça-palavras ou as palavras cruzadas: ambas são ótimas opções para continuar exercitando a mente.

Se você gosta de caça-palavras, separei aqui um online para você:

https://rachacuca.com.br/palavras/caca-palavras/

 

 

Jogos de números e cálculos

 

Jogos que exploram números e cálculos, como o Sudoku, podem ser uma excelente e divertida forma de manter a mente ativa.

Se você quer jogar Sudoku online, tem aqui uma sugestão para você:

https://sudoku.com/pt

 

 

Novos aprendizados

 

Continuar curioso e tentar aprender coisas novas também é uma excelente forma de como exercitar a mente. Pode ser um novo hobby, algum esporte, aprender a pintar, a usar algum novo aplicativo, um novo idioma, algum curso… há muitas formas de aprender coisas novas todos os dias.

 

Além de manter o exercício para a mente, também é importante cuidar de uma alimentação saudável, além da prática regular de atividades físicas. Outro ponto fundamental é cuidar do bem-estar da alma.

 

E aí? Está gostando de se informar cada vez mais sobre a terceira idade e como se manter ativo e saudável?

Temos que manter a cabeça e o corpo ativos sempre, para termos saúde e qualidade de vida, não é mesmo?! Separei aqui 3 (três) outros posts que, certamente, vão te interessar.

Quer ver?

Terceira idade: Manual do novo idoso – tudo o que você precisa saber;

Atividade física na terceira idade: os cuidados e exercícios mais indicados;

Pilates para idosos: como começar a praticar?.

 

E para não perder nenhum conteúdo, acesse sempre Oversixty e acompanhe todas as novidades relacionadas ao nosso mundo dos idosos.