Finanças pessoais cover

28-05-2021

Finanças pessoais: como cuidar da sua segurança financeira na aposentadoria?

Está querendo ter segurança financeira após a aposentadoria? Saiba como começar a planejar suas finanças pessoais hoje mesmo.

 

A educação financeira é uma ferramenta importante para assegurar a liberdade financeira das pessoas, ainda mais quando ela atinge a terceira idade. Por isso, entender e fazer uma boa gestão das finanças pessoais é uma forma de garantir a liberdade e autonomia da pessoa.

Por isso, no post de hoje vamos entender mais como cuidar da segurança financeira na aposentadoria, tanto em relação às finanças pessoais, assim como sabendo mais sobre educação financeira. Gostou?

Vamos juntos, então!

 

Por que é importante cuidar das suas finanças pessoais?

 

Independentemente da idade, fazer uma boa gestão das suas finanças pessoais é fundamental para o presente e para o futuro.

Mas, infelizmente, não está muito presente na cultura do brasileiro essa gestão de finanças pessoais de maneira mais consciente.

Em 2019, 62% da população brasileira não economizou um centavo (fonte: Anbima). Esse é um percentual extremamente alto, ainda mais em uma população que tem se tornado mais longeva.

No geral, temos dificuldade em lidar com dinheiro, principalmente quando o assunto é planejar, poupar e investir.

Além disso, muitas vezes esquecemos que a situação financeira é parte integrante da nossa vida, sendo um dos aspectos responsáveis pela nossa qualidade de vida.

 

Mas o que é Educação Financeira?

 

De acordo com o Ministério da Economia, educação financeira é um instrumento através do qual são desenvolvidas habilidades e competências que contribuem para uma melhor compreensão sobre escolhas, oportunidades e riscos em relação à vida financeira das pessoas.

Desta forma, através da educação financeira é possível a melhoria do bem-estar e da qualidade de vida.

Além disso, é importante avaliar as causas e consequências relacionadas a gastos, ganhos, poupança, dívidas, orçamento, dentre outras.

Para apoiar uma maior educação financeira, principalmente na terceira idade, a Secretaria de Previdência lançou a Cartilha Educação Financeira para Pessoas Idosas.

O objetivo é disseminar princípios de educação financeira que auxiliem na tomada de decisões mais conscientes com relação ao uso dos recursos financeiros de aposentados e pensionistas. Por isso, essa cartilha foi elaborada com linguagem simples e aborda os seguintes temas:

  • formas de acesso ao benefício;
  • modalidades de crédito;
  • prevenção contra golpes e fraudes;
  • informações adicionais sobre direitos das pessoas idosas.

 

Como começar a organizar as finanças pessoais

 

Como organizar as próprias finanças ao longo da vida acaba sendo uma dúvida muito comum. Por isso, vou falar do método 1, 3, 6, 9.

 

Método 1, 3, 6, 9

 

A plataforma Infomoney explica mais sobre o método 1, 3, 6, 9. Aqui, cada número representa um fator de multiplicação da renda anual (ou seja, 12 vezes o seu pagamento mensal), a depender da idade.

Por exemplo, aos 35 anos já deveria ter poupado para a aposentadoria o equivalente à soma de um salário anual. A regra geral pula de dez em dez anos. Aos 45 anos, o montante deveria ser equivalente a três salários anuais. Por exemplo, uma pessoa que ganha R$ 10 mil por mês aos 45 anos deveria ter guardado o valor correspondente a (10 mil x 12) x 3 = R$ 360 mil.

Aos 55 anos, a meta sobe para seis salários e, aos 65 anos, chega a nove salários anuais. O valor seria suficiente para garantir o mesmo padrão de vida na aposentadoria, sem que a pessoa precise trabalhar.

Fiz aqui um esquema para entender melhor. O somatório é quanto a pessoa já deve ter poupado quando atingir à respectiva idade:

  • 35 anos: (10 mil x 12) x 1 = R$ 120 mil.
  • 45 anos: (10 mil x 12) x 3 = R$ 360 mil.
  • 55 anos: (10 mil x 12) x 6 = R$ 720 mil.
  • 65 anos: (10 mil x 12) x 9 = R$ 1.080 milhão.

 

Sugestões de cursos de Educação Financeira

 

Quer se aprofundar mais sobre educação financeira? Separei aqui alguns cursos online e gratuitos bem interessantes para você aprender ainda mais sobre suas finanças pessoais.

Quer ver?

 

Banco Central

 

O Banco Central tem um portal totalmente dedicado à educação financeira. O curso Gestão de Finanças Pessoais inclui aulas de planejamento de orçamento (carga horária de 20 horas) e mostra como lidar com crédito e endividamento.

 

B3

 

A B3, bolsa brasileira, oferece cursos sobre Finanças Pessoais e Investimentos em Ações. Se você quer saber mais sobre finanças pessoais, separamos aqui 3 (três) interessantes:

Como organizar as suas finanças

Como economizar para investir

Como começar a investir

 

Comissão de Valores Mobiliários (CVM)

 

A CVM oferece três cursos em seu site:

  • Educação Financeira para Jovens: apesar de ser um curso direcionado para os jovens, tem muita informação para todas as idades, ainda mais para aquelas pessoas que querem conhecer conceitos básicos, consumo consciente, equilíbrio financeiro, dentre outros;
  • Matemática Financeira Básica;
  • Poupança e Investimento.

 

Estratégia Nacional de Educação Financeira (ENEF)

 

A ENEF lançou o curso Finanças sem Segredos (com carga horária de 10 horas). São um total de quatro módulos que abordam de questões de orçamento doméstico a conteúdos de economia do Brasil e do mundo.

 

Fundação Getúlio Vargas (FGV)

 

A FGV oferece alguns cursos gratuitos bem bacanas, sendo que a carga horária de cada curso varia entre 8 a 12 horas, que são:

Como organizar o orçamento familiar

Como planejar a aposentadoria

Como gastar conscientemente

Como fazer investimentos

 

Senado

 

O Senado Federal tem um curso bem interessante e curtinho (carga horária de 50 minutos): Economia Descomplicada. Este curso apresenta alguns conceitos, tais como:

  • Renda nacional,
  • Nível de emprego;
  • Nível de preços;
  • Consumo;
  • Dentre outros.

 

Gostou de saber mais sobre finanças pessoais e conhecer alguns cursos? Que tal continuar se informando e aprendendo cada vez mais sobre investimentos, poupança e sobre o universo da terceira idade?

Se você quer informações relevantes e direcionadas, separei aqui 4 (quatro) outros posts que, certamente, vão te interessar. Quer ver?

Como investir na bolsa de valores

Quanto renda a poupança

Curso de investimentos para todas as idades

O que são fundos de investimentos?

 

E para não perder nenhum conteúdo, acesse sempre Oversixty e acompanhe todas as novidades relacionadas ao nosso mundo dos idosos.