horta em casa

07-08-2021

Dicas de como ter uma horta em casa com frutas e vegetais

Entenda o que é preciso levar em consideração para ter uma horta em casa e veja dicas do que cultivar de acordo com o espaço disponível.

 

Muitas pessoas têm percebido as vantagens de ter uma horta em casa, seja pela facilidade de ter alimentos naturais frescos e próximos, seja pelo próprio aumento de bem-estar que o cuidar de plantas (seja jardim ou horta) proporciona.

De acordo com o Governo do Estado da Paraíba, o contato com a natureza pode ser fundamental tanto para o nosso bem-estar quanto para reduzir os níveis de estresse da população. Ou seja, o contato maior com a natureza pode impactar positivamente na saúde mental das pessoas.

Assim, cultivar plantas pode trazer diversos benefícios terapêuticos, pois estimula atividades químicas em nosso cérebro capazes de melhorar nosso humor, a qualidade dos ciclos de sono e nossa capacidade de concentração, além de diminuir a sensação de cansaço mental.

Por isso, no post de hoje vamos entender o que é preciso levar em consideração para ter uma horta em casa e ver dicas do que cultivar de acordo com o espaço disponível.

Ficou curioso ou curiosa?! Vamos juntos, então!

 

É possível ter uma horta em apartamento e em espaços pequenos?

 

Calma, é possível sim. Muitas pessoas pensam, de maneira errônea, que para ter uma horta em casa é necessário ter grandes espaços.

O Ministério da Saúde explica que é possível ter uma horta até no parapeito da janela, enfileirando vasinhos com ervas e temperos.

Porém, é preciso escolher as espécies certas, o local de plantio, ou seja, onde colocar os vasos, a iluminação e adubação adequadas, além da irrigação.

 

O que plantar em sua horta em casa?

 

Quando você está planejando fazer uma horta em casa, é necessário levar em consideração alguns fatores. Dentre eles, o que plantar de acordo com o espaço disponível.

O Governo do Estado de São Paulo explica que não é possível cultivar melancias, jacas ou maçãs na varanda de um pequeno apartamento. No entanto, para nossa surpresa, jabuticabeiras e romãzeiras se desenvolvem muito bem nesse tipo de ambiente. Mas cada espécie possui um ritmo de crescimento e necessidades diferentes.

Veja algumas sugestões de acordo com o tamanho do espaço disponível.

 

Pequenos espaços

 

Ervas usadas como temperos (louro, manjericão, cebolinha, hortelã, erva-doce, alecrim, entre outras) podem ser cultivadas em pequenos vasos, até mesmo na janela da sua cozinha.

 

Espaços maiores

 

Espaços maiores como jardins ou sítios, permitem mais opções, tais como abobrinha, alecrim, berinjela, boldo, brócolis, chicória, couve, couve-flor, ervilha-torta, espinafre, melissa, milho, pimenta, quiabo, repolho, salsão, sálvia, tomate e vagem.

 

Dicas para ter uma horta em casa

 

A Prefeitura de São Paulo  traz algumas dicas de como começar o plantio em casa ou no apartamento.

 

Luz solar

 

A luz solar é o elemento principal para determinar o sucesso da futura horta. A maioria dos vegetais exige, pelo menos, de 4 a 6 horas diárias de exposição ao sol.

 

Vaso

 

Na hora de escolher os recipientes para o plantio, é importante saber que eles devem possuir furos, para que a água das regas seja escoada.

 

Terra

 

Tão importante quanto escolher uma terra boa e rica em nutrientes é definir o substrato. O substrato deve ser poroso, para permitir a entrada de oxigênio e conservar a umidade.

 

Rega

 

Nem todas as plantas pedem a mesma quantidade de água ou o mesmo tipo de rega. Por isso, pesquise sobre as plantas que você está cultivando.

 

Fertilizantes

 

Os fertilizantes mais recomendados são os balanceados. Esses são bons tanto para flores quanto para vegetais. Conhecidos como NPK, eles contêm nitrogênio, fósforo e potássio.

 

Sugestão de plantas para cultivar na horta caseira

 

Depois de termos pontuados que algumas espécies têm melhor adaptação em espaços maiores enquanto outras podem ser cultivadas em espaços menores, o Governo do Estado de São Paulo traz informações acerca de algumas espécies em uma horta caseira.

  • Alecrim: é necessário que seja plantado em um vaso grande com, pelo menos, 30 cm de altura. Colha os galhinhos com uma tesoura apropriada para jardinagem, para não tirar lascas ou machucar a planta.
  • Alface: Precisa de 20 cm de distância entre cada muda.
  • Cebolinha: Pode ser colhida até quatro vezes, rebrotando fácil e rapidamente.
  • Coentro: Gosta de bastante sol e solos ricos em matéria orgânica.
  • Hortelã: Tem raízes invasoras que destroem as de outras espécies. Por isso, precisa ficar sozinha em um vaso. Depois de quinze dias do plantio, já pode ser colhida.
  • Manjericão: Plante-o em um vaso grande com, no mínimo, 30 cm de altura. É uma das ervas mais aromáticas; porém, suas flores roubam o aroma das folhas. Para não perder o que ele tem de mais precioso, pode as flores com frequência.
  • Salsinha: Prefira vasos pequenos. Na hora de colher, a dica é cortar o galho e não apenas as folhas, deixando-o a um ou dois dedos de distância do solo. Rebrota até quatro vezes.

 

E frutas? Também pode cultivar na sua horta em casa

 

Quer uma boa notícia? Para além de ervas, verduras e legumes, é possível cultivar algumas árvores frutíferas mesmo em varandas pequenas de apartamentos. Gostou?

Mas tem alguns segredos: independentemente de qual seja a espécie escolhida, o vaso deve ser grande o suficiente para que as raízes possam crescer bem e, assim, ter uma boa produção de frutos.

Por isso, o vaso deve ter, no mínimo, 50 cm de altura e 40 cm de diâmetro, além de ter uma boa drenagem.

De maneira geral, este tipo de planta precisa de 4 horas diárias de sol. No caso de apartamentos, , se houver sol e a varanda for protegida de ventos fortes, elas têm uma chance maior de adaptação.

Veja algumas espécies que se adaptam ao plantio em vasos:

  • Acerola: fácil plantio, mas exige uma boa quantidade de luz solar e água.
  • Laranja kinkan: Essa laranjeira não gosta de solo úmido e recomenda-se esperar a terra secar entre uma rega e outra. Exige que o adubo seja trocado com frequência.
  • Limão: necessitam de muita luz solar (recomenda-se 6 horas diárias) e não gostam de solo muito encharcado.

 

Gostei, quero começar minha horta em casa

 

Se você se interessou e quer começar a fazer seu plantio em casa, separamos aqui mais dicas.

Dicas para montar uma horta em casa:

 

9 vegetais que crescem em menos de 2 meses:

 

Como plantar alface em garrafas pet:

 

Como fazer uma horta e pomar em vasos:

 

Como fazer adubo com pó de café:

 

Gostou de saber mais sobre como ter uma horta em casa?

 

Se você quer informações relevantes e direcionadas para a terceira idade, separei alguns outros posts que, certamente, vão te interessar. Quer ver?

18 flores de inverno para plantar em casa ou no jardim

Lírio da paz: onde, quando e como cuidar

Divirta-se: aprenda a fazer Flores de Crochê para aplicação

Curso de investimentos para todas as idades

Longevidade: como envelhecer com qualidade de vida

Poupança para os netos: um presente para o futuro

 

E para não perder nenhum conteúdo, acesse sempre Oversixty e acompanhe todas as novidades relacionadas ao nosso mundo dos idosos.